TUDO DE CHAPECÓ - Portal de Informações da cidade de Chapecó - SC
Setembro Amarelo

O que você deseja encontrar?

Aqui tem tudo o que você procura em um só lugar!

TUDO DE CHAPECÓ - Portal de Informações da cidade de Chapecó - SC
:( ops! não encontramos o que você buscou.

MATÉRIA

Leia a matéria abaixo, e aproveite para imprimir ou enviar para um amigo.

Compartilhe:
Saiba quem foi Rasputin, o poderoso profeta da Rússia Imperial
Grigori Rasputin (1869-1916) foi um místico de origem campesina que exerceu enorme influência sobre o czar Nicolau II e a czarina Alexandra Feodorovna entre 1906 e 1916. Durante esse período, Rasputin esteve por trás de várias decisões políticas e militares tomadas pelo monarca russo. Decisões estas que influenciaram os rumos da história e selaram o futuro da dinastia Romanov.

Quando Rasputin se aproximou da família real, em 1906, ele tinha 37 anos. Era descrito por alguns como um homem fascinante: uma espécie de santo andarilho, capaz de falar com Deus e curar as mais graves enfermidades. Outros o consideravam um farsante, nada além de um charlatão que fazia uso de seu carisma para enganar trouxas.

Quem estava certo nessa história é difícil saber. O fato é que Rasputin, nascido na vila de Pokrovskoye, na Sibéria, abandonou sua esposa e seus três filhos em 1904 e fundou um culto religioso centrado na sua figura. Conquistou inúmeros adeptos, sobretudo do sexo feminino. Sim, Rasputin era um notório mulherengo e se utilizava de seu poder persuasivo para viver cercado de mulheres.

Como Rasputin se aproximou da família Romanov?
Por mais de três séculos, a Rússia foi governada por uma única família: os Romanov. Nenhuma dinastia moderna durou tanto tempo quanto esta.

O que faz com que Rasputin se aproxime do casal de monarcas são suas supostas habilidades como curandeiro. O único filho homem do casal, portanto legítimo herdeiro do trono russo, sofria de hemofilia, uma doença gravíssima para a qual ainda não havia tratamento no início do século XX.

Cada mínima lesão poderia ser fatal para o pequeno Alexei e para o futuro da dinastia. E na falta de tratamentos médicos, a saída era apelar às forças sobrenaturais. É aí onde entra Rasputin, famoso por curar doenças através da fé.

Rasputin ganha a confiança do casal Romanov
Após dois encontros com o czar entre 1905 e 1906, Rasputin faz uma visita ao palácio real no dia 12 de outubro de 1906. Na ocasião, Alexei, de apenas dois anos, sofria de hemorragia. Rasputin rezou ao lado da cama do menino e - milagrosamente ou não - o menino logo adormeceu e no dia seguinte acordou sem dores.

Se o místico siberiano já havia causado uma boa impressão, depois dessa visita milagrosa o prestígio de Rasputin junto aos monarcas só aumentou. Com o passar do tempo, além de curandeiro familiar, Rasputin passou a ser ouvido pelo casal real como conselheiro em diversos assuntos.

A influência de Rasputin sobre os Romanov
Segundo o historiador Simon Montefiore, autor do best-seller Os Romanov, não dá para entender a influência de Rasputin sobre a família real russa sem levar em conta as necessidades pessoais do czar e da czarina.

Havia a histeria de Alexandra, que necessitava de apoio espiritual. Havia também as dificuldades de Nicolau em exercer seu papel de governante. E Rasputin inspirava confiança. Estava sempre à disposição para dar apoio, fosse qual fosse o tema que preocupasse o casal.

Certa vez, Nicolau confessou: "Nos momentos de dúvida e de agitação espiritual, adoro conversar com Rasputin, e depois dessas conversas a minha alma fica sempre luminosa e calma".

O auge do poder de Rasputin

O auge do poder de Rasputin se deu em 1915, durante a I Guerra Mundial. Em setembro daquele ano, Nicolau decidiu assumir o comando supremo de suas tropas presencialmente, apesar de vários ministros serem contra a decisão.

De início, Rasputin também foi contra. Mas quando notou que Nicolau estava decidido, passou a encorajá-lo, chegando a dizer que essa decisão era o início da glória do reinado. Rasputin era um sujeito esperto. Fazia de tudo para manter seu prestígio com o czar, mesmo que para isso tivesse que mudar de opinião.

Mas a verdade é que a decisão não era nada boa. O czar não tinha habilidades militares para assumir o comando direto das tropas. O general que ele substituiu, Nicolau Nikolaevich, era bem mais experiente.

Com o czar na guerra, quem assumiu o comando da Rússia? Sua mulher, Alexandra. E qual era o conselheiro preferido de Alexandra? Rasputin, é claro. Ele se tornou uma das forças mais influentes na corte imperial russa a partir de 1915, chegando a nomear ministros e a dar conselhos militares a Nicolau.

Foi assim com Alexander Protopopov. Era preciso encontrar alguém para o Ministério do Interior e Protopopov era um seguidor de Rasputin. A princípio, Nicolau não aprovou a nomeação. Mas a influência de Rasputin sobre Alexandra era tão forte que esta acabou convencendo o marido a aceitar a indicação.

Assassinato de Rasputin
O Império Russo vivia seu declínio. A crise interna era grande: escassez alimentar, inflação... Enquanto isso, o imperador estava no campo de batalha. E as decisões tomadas pela imperatriz junto de Rasputin foram se revelando desastrosas para o governo, que ia perdendo legitimidade.

Talvez não seja exagero dizer que Rasputin ajudou a afundar o Império Russo, abrindo caminho para a Revolução de 1917.

A influência de Rasputin sobre a família Romanov sempre incomodou muita gente. Ainda mais quando ele se tornou o principal conselheiro do governo, durante a I Guerra. Até que, em 1916, surge nos círculos próximos aos Romanov uma conspiração para matá-lo.

Também não era a primeira vez que isso acontecia. Desde que se tornou um dos favoritos do monarca, Rasputin passou a ser visado por conspiradores. Por isso, ele contava com seguranças particulares.

Um dos que mais odiavam Rasputin era o príncipe Félix Yussupov, casado com a sobrinha do czar Nicolau. Para ele, o envolvimento de Rasputin com os Romanov era o que havia de pior para o futuro da Rússia.

Como mataram Rasputin

Ainda há dúvidas sobre as circunstâncias do assassinato de Rasputin. O que se sabe é que a conspiração envolveu um grupo de pessoas liderado por Yussupov e que a morte ocorreu no palácio do príncipe na madrugada do dia 16 de dezembro de 1916.

De acordo com a versão oficial, Rasputin teria sido convidado por Yussupov a uma festa em seu palácio, onde a certa altura foi surpreendido por um tiro dado por Yussupov. O tiro não foi fatal, e durante a fuga Rasputin foi alvejado mais duas vezes por outros conspiradores que estavam escondidos no palácio.

O serviço secreto britânico participou do assassinato?

Alguns historiadores sustentam a hipótese de que houve participação do serviço secreto britânico no assassinato de Rasputin. É que em outubro de 1915, diante dos milhões de mortos nos campos de batalha, Rasputin encorajou Nicolau a retirar suas tropas do front e selar um acordo de paz independente com a Alemanha. O que desagradou os britânicos, aliados dos russos.

Isso, segundo essa versão, teria motivado a Grã-Bretanha a participar da conspiração para exterminar a má influência no governo russo. Dois homens até hoje não identificados que fizeram parte do grupo que matou Rasputin seriam agentes britânicos.


Fonte: https://www.hipercultura.com/



Deixe seu comentário para a matéria

"Saiba quem foi Rasputin, o poderoso profeta da Rússia Imperial"

  seu email não será publicado.
caracteres restantes.




ÚLTIMAS MATÉRIAS









SHOPPING


a partir de
R$ 299,00
Ideia Good Soluções Para Internet Ltda

a partir de
R$ 3.800,00
Capeletti Metais

a partir de
R$ 2,13
Empório FazBem

Capeletti Metais

a partir de
R$ 31.800,00
Chery Redecar

a partir de
R$ 1.200,00
Capeletti Metais

Empório FazBem

a partir de
R$ 220,00
Esquadrias Cabral